Lista de Exercícios Resolvidos: Java | Python | VisuAlg | Portugol | C | C# | VB.NET | C++
Você está aqui: AutoCAD .NET API C# ::: Dicas & Truques ::: Linha, Linhas, Comando LINE

Como retornar o ângulo de uma linha do AutoCAD usando AutoCAD .NET C# API e a propriedade Angle do objeto Line

Quantidade de visualizações: 118 vezes
Nesta dica mostrarei como usar a propriedade Angle do objeto Line da AutoCAD .NET API C# para retornar o ângulo de uma linha selecionada pelo usuário. Note que esta propriedade retorna o ângulo em radianos, e não em graus. Por isso coloquei no código o cálculo para essa conversão.

Veja o código AutoCAD .NET C# API completo para o exemplo:

using System;
using Autodesk.AutoCAD.Runtime;
using Autodesk.AutoCAD.ApplicationServices;
using Autodesk.AutoCAD.DatabaseServices;
using Autodesk.AutoCAD.Geometry;
using Autodesk.AutoCAD.EditorInput;

[assembly: CommandClass(typeof(PluginEstudos.Class1))]
namespace PluginEstudos {
  public class Class1 {
    [CommandMethod("estudos")]
    public void Estudos() {
      // vamos obter o documento atual
      Document doc = Application.DocumentManager.MdiActiveDocument;
      // vamos obter a base de dados
      Database db = doc.Database;

      // opções da seleção
      PromptEntityOptions opcoes = new 
        PromptEntityOptions("\nSelecione uma linha: ");

      // obtemos o resultado da seleção
      PromptEntityResult resultado = doc.Editor.GetEntity(opcoes);

      // a seleção foi feita com sucesso
      if (resultado.Status != PromptStatus.OK) {
        Application.ShowAlertDialog("Nenhum elemento selecionado.");
        return;
      }

      // obtemos o id do objeto selecionado
      ObjectId id_objeto = resultado.ObjectId;

      // iniciamos uma transação
      using (Transaction trans = db.TransactionManager.StartTransaction()) {
        // obtemos a entidade selecionada
        Entity ent = trans.GetObject(id_objeto, OpenMode.ForRead) as Entity;
        
        // a entidade selecionada é uma linha
        if (ent is Line) {
          Line linha = ent as Line;
          // vamos obter o ângulo da linha em radianos
          double angulo_radianos = linha.Angle;
          // vamos obter o ângulo da linha em graus
          double angulo_graus = angulo_radianos * (180.0 / Math.PI);

          // e mostramos o resultado
          doc.Editor.WriteMessage("\nO ângulo em radianos da linha é: " +
            angulo_radianos);
          doc.Editor.WriteMessage("\nO ângulo em graus da linha é: " +
            angulo_graus + "\n");
        }
        else {
          Application.ShowAlertDialog("Você não selecionou uma linha.");
        }

        // salvamos a transação
        trans.Commit();
      }
    }
  }
}

Ao executar este código AutoCAD .NET C# API nós teremos o seguinte resultado:

Selecione uma linha: [Seleciona uma linha]
O ângulo em radianos da linha é: 0.524902379273493
O ângulo em graus da linha é: 30.0746909887464

Link para compartilhar na Internet ou com seus amigos:

Java ::: Desafios e Lista de Exercícios Resolvidos ::: Java Básico

Exercício Resolvido de Java - Como calcular o restante de um salário após o pagamento de duas contas com juros

Quantidade de visualizações: 4434 vezes
Pergunta/Tarefa:

Cintia acaba de receber seu salário mas precisa pagar duas contas atrasadas. Por causa do atraso, ela deverá pagar multa de 2% sobre cada conta. Faça um programa que leia o valor do salário e das duas contas e que calcule e mostre quanto restará do salário de Cintia.

Sua saída deverá ser parecida com:

Informe o salário: 1350
Valor da primeira conta: 140
Valor da segunda conta: 300

Total das contas sem juros: 440.0
Total dos juros: 8.8
Total das contas com juros: 448.8
Sobra do salário: 901.2
Resposta/Solução:

Veja a resolução comentada deste exercício usando Java:

package estudos;

import java.util.Scanner;

public class Estudos {
  public static void main(String[] args) {
    // para ler a entrada do usuário
    Scanner entrada = new Scanner(System.in);  
    
    // vamos pedir que o usuário informe o valor do salário e das duas contas
    System.out.print("Informe o salário: ");
    double salario = Double.parseDouble(entrada.nextLine());
    System.out.print("Valor da primeira conta: ");
    double conta1 = Double.parseDouble(entrada.nextLine());
    System.out.print("Valor da segunda conta: ");
    double conta2 = Double.parseDouble(entrada.nextLine());
    
    // total a ser pago nas duas contas sem os juros
    double totalContas = conta1 + conta2;
    // calcula os juros
    double totalJuros = totalContas * 0.02;
    // total a ser pago com juros
    double totalContasComJuros = totalContas + totalJuros;
    // sobra do salário
    double sobraSalario = salario - totalContasComJuros;
    
    // mostra os resultados
    System.out.println("\nTotal das contas sem juros: " + totalContas);
    System.out.println("Total dos juros: " + totalJuros);
    System.out.println("Total das contas com juros: " + totalContasComJuros);
    System.out.println("Sobra do salário: " + sobraSalario);
    
    System.out.println("\n");
  }
}



Python ::: Pillow Python Imaging Library ::: Image

Como abrir uma imagem no Pillow do Python usando a função open() do objeto Image

Quantidade de visualizações: 1225 vezes
A função open() do objeto Image da biblioteca Pilow do Python é muito útil quando queremos abrir uma imagem para fins de edição ou exibição. Em sua forma mais simples este método exige apenas o caminho e nome da imagem e retorna um objeto PIL Image.

Veja um trecho de código no qual usamos a função open() para abrir a imagem e, em seguida, usamos a função show() para exibir a imagem no visualizador de imagens padrão definido em nossa máquina:

# vamos importar a biblioteca Pilow
from PIL import Image

# método principal
def main():
  # vamos abrir uma imagem
  imagem = Image.open("Mulher.png")

  # vamos exibir a imagem no visualizador padrão
  imagem.show("Foto a partir do Pilow")

if __name__== "__main__":
  main()

Note que o método show() do objeto Image é usado, na maioria das vezes, com o propósito de depuração de nossos códigos, já que ele cria um arquivo temporário e o envia ao visualizador padrão. Dessa forma nós podemos editar a imagem na memória e enviar para o visualizador todas as vezes que quisermos ver algum resultado.


Ruby ::: Dicas & Truques ::: Strings e Caracteres

Como concatenar strings em Ruby usando o operador +

Quantidade de visualizações: 9374 vezes
Nesta dica mostrarei como podemos usar o operador + (operador de adição ou soma) para concatenar strings na linguagem Ruby. Veja:

frase1 = "Gosto muito de Ruby"
frase2 = " e de Java"

# vamos concatenar as duas strings
res = frase1 + frase2

# exibe o resultado
puts res

Ao executar este código Ruby nós teremos o seguinte resultado:

Gosto muito de Ruby e de Java


Delphi ::: Data Access Controls (Controles de Acesso a Dados) ::: TClientDataSet

Como usar o componente TClientDataSet do Delphi em suas aplicações de banco de dados

Quantidade de visualizações: 15567 vezes
Um objeto da classe TClientDataSet implementa um conjunto de dados independente de banco de dados. Este controle representa um conjunto de dados em memória (in-memory).

Antes de prosseguirmos, veja a posição desta classe na hierarquia de classes do Delphi:

System.TObject
  Classes.TPersistent
    Classes.TComponent
      DB.TDataSet
        DBClient.TCustomClientDataSet
          DBClient.TClientDataSet
Por descendência, a classe TClientDataSet implementa as interfaces Classes.IInterfaceComponentReference, System.IInterface e DB.IProviderSupport.

Um controle TClientDataSet pode ser usado das seguintes formas:

a) Um conjunto de dados baseado em arquivo, único e totalmente funcional direcionado a aplicações compostas de apenas uma camada. Quando usado desta forma, o client dataset representa os dados armazenados em um arquivo dedicado na máquina do usuário.

b) Um buffer em memória local dos registros de um outro conjunto de dados. O outro conjunto de dados (a fonte dos dados) pode residir no mesmo formulário ou data module que o client dataset (por exemplo, quando o client dataset fornece navegação e edição para os dados de um conjunto de dados unidirecional). O conjunto de dados fonte pode também residir em um sistema separado quando o client dataset apoia a parte cliente de uma aplicação de bancos de dados de múltiplas camadas.

A forma mais comum de se usar um controle TClientDataSet é acessando a aba Data Acccess da Tool Palette (Paleta de Ferramentas) e arrastando-o para o seu formulário. Em seguida ajustamos algumas de suas propriedades em tempo de design e pronto. Veja o passo-a-passo para configurar um TClientDataSet para representar uma tabela no banco de dados MySQL (outras dicas minhas mostram como efetuar a conexão com outros bancos de dados):

1) Certifique-se de que o banco de dados MySQL está devidamente configurado e funcionando. Inicie-o, anote o nome de usuário e senha e vamos começar.

2) Vá até a aba de componentes dbExpress e arraste um componente TSQLConnection para o formulário. Este é o componente responsável pela conexão com o banco de dados. Selecione o componente no formulário de forma a acessar suas propriedades no Object Inspector. Em seguida siga atentamente as observações a seguir:

a) Vá na propriedade ConnectioName e selecione MySQLConnection. Automaticamente a propriedade Driver é definida como MySQL. A propriedade LibrayName será definida como dbxmys.dll. O mesmo acontece com a propriedade VendorLib, que é definida como libmysql.dll. dbxmys.dll é fornecida com o Delphi enquanto libmysql.dll vem com a instalação do MySQL e deverá estar em C:\Windows\System para que sua aplicação seja executada com sucesso.

b) O simples fato de definirmos o valor MySQL para a propriedade ConnectionName faz com que os parâmetros de conexão sejam criados com os valores padrões e guardados na propriedade Params. O próximo passo é alterar estes valores de forma a refletir a realidade do banco de dados que vamos usar. Vá em Params e acione o editor Value List Editor. Em HostName você deverá informar o nome ou IP do servidor MySQL. Se estiver rodando localmente use apenas "localhost". Em Database informe o nome da base de dados, por exemplo, "estoque". Em User_Name informe o usuário do banco de dados. Geralmente é "root". Em Password informe a senha do banco de dados. Pressione OK.

c) Vá na propriedade LoginPrompt e altere seu valor para False. Isso evita que a tela de login seja exibida quando tentarmos efetuar a conexão. Agora vá na propriedade Connected e altere seu valor para True. Se correr tudo bem você já estará conectado ao banco de dados MySQL.

3) Agora coloque um componente TSQLDataSet no formulário e defina sua propriedade SQLConnection para o componente TSQLConnection que representa a conexão com o banco de dados. Em seguida defina o valor "ctTable" para a propriedade CommandType. Na propriedade CommandText você deverá informar o nome da tabela que será representada por este TSQLDataSet. Finalmente ajuste a propriedade Active para True.

4) O próximo passo é colocar no formulário um componente TDataSetProvider (na aba Data Access). Este componente é responsável por fazer a conexão com o conjunto de dados (dataset), extrair os dados do SQLDataSet e gerar os comandos de atualização SQL adequados. Assim, informe o valor "SQLDataSet1" para a sua propriedade DataSet.

5) Finalmente chegamos ao componente TClientDataSet. Vá na aba Data Acccess e arraste um TClientDataSet para o formulário. Em seguida informe o valor "DataSetProvider1" para sua propriedade ProviderName. Ajuste sua propriedade Active para True.

6) Hora de exibir e manipular os dados. Vá na aba Data Access e arraste um controle TDataSource para o formulário. Aponte sua propriedade DataSet para "ClientDataSet1". Agora vá na aba Data Controls e arraste um TDBGrid para o formulário. Ajuste sua propriedade DataSource para "DataSource1". Se tudo correu bem, você já verá os registros da tabela serem exibidos no DBGrid.

7) Hora de executar a aplicação. Pressione F9 e vamos ao resultado. Experimente navegar e editar os registros no DBGrid. A aplicação permitirá que você faça isso. No entanto, ao fechar a aplicação e abrí-la novamente você perceberá que as alterações não foram refletidas no banco de dados. Para que isso aconteça, coloque o código abaixo no evento Click de um botão:

procedure TForm3.Button1Click(Sender: TObject);
begin
  if (ClientDataSet1.ChangeCount > 0) then
    ClientDataSet1.ApplyUpdates(-1);
end;

Pronto. Execute a aplicação novamente e faça modificações nos dados exibidos no DBGrid (é preciso sair da linha de edição para que os dados sejam atualizados no DBGrid). Clique no botão para atualizar os dados na tabela do banco de dados. Feche a aplicação a abra-a novamente. Note que agora os dados foram atualizados com sucesso.

Esta dica foi escrita e testada no Delphi 2009.


C++ ::: Desafios e Lista de Exercícios Resolvidos ::: Laços

Exercícios Resolvidos de C++ - Como calcular e exibir os 50 primeiros números primos em C++

Quantidade de visualizações: 9197 vezes
Pergunta/Tarefa:

Um inteiro é um número primo se ele for divisível somente por 1 e por ele mesmo. Assim, 2, 3, 5 e 7 são primos, enquanto 4, 6, 8 e 9 não são. Note que o número 1 não é primo.

Escreva um programa C++ que usa um laço for, while ou do...while para calcular e exibir os 50 primeiros números primos. A saída do programa deverá ser parecida com:

50 primeiros números primos:

     2     3     5     7    11    13    17    19    23    29
    31    37    41    43    47    53    59    61    67    71
    73    79    83    89    97   101   103   107   109   113
   127   131   137   139   149   151   157   163   167   173
   179   181   191   193   197   199   211   223   227   229
Resposta/Solução:

Veja a resolução comentada deste exercício em C++:

#include <cstdlib>
#include <iostream>
#include <iomanip>

using namespace std;

int main(int argc, char *argv[]){
  int quantidade = 50; // quantidade de números primos
  int contador = 0; // quantidade de números primos encontrados
  int numero = 0; // inteiro inicial             
               
  // Lembre-se! O número 1 não é primo
  cout << quantidade << " primeiros numeros primos:\n" << endl;
  
  // laço while será executado até encontrar os 50 primeiros números primos 
  while(contador < quantidade){
    bool primo = true;
                       
    // se o valor de i for 7, a variável j do laço contará
    // de 2 até 7 / 2 (divisão inteira), ou seja, 3. Se o 
    // módulo de 7 por qualquer um dos valores neste intervalo 
    // for igual a 0, então o número não é primo
    for(int j = 2; j <= (numero / 2); j++){
      if(numero % j == 0){
        primo = false; // não é primo
        break;
      }
    }
    
    if((primo) && (numero > 1)){
      cout << setw(6) << numero;
      contador++; // encontramos um número primo
      
      if(contador % 10 == 0){
        cout << "\n";
      }
    }  
      
    numero++;  
  }
  
  cout << "\n\n";
  
  system("PAUSE");
  return EXIT_SUCCESS;
}



Mais Desafios de Programação e Exercícios e Algoritmos Resolvidos de C++

Veja mais Dicas e truques de C++

Dicas e truques de outras linguagens

Códigos Fonte

Programa de Gestão Financeira Controle de Contas a Pagar e a Receber com Cadastro de Clientes e FornecedoresSoftware de Gestão Financeira com código fonte em PHP, MySQL, Bootstrap, jQuery - Inclui cadastro de clientes, fornecedores e ticket de atendimento
Diga adeus às planilhas do Excel e tenha 100% de controle sobre suas contas a pagar e a receber, gestão de receitas e despesas, cadastro de clientes e fornecedores com fotos e histórico de atendimentos. Código fonte completo e funcional, com instruções para instalação e configuração do banco de dados MySQL. Fácil de modificar e adicionar novas funcionalidades. Clique aqui e saiba mais
Controle de Estoque completo com código fonte em PHP, MySQL, Bootstrap, jQuery - 100% funcional e fácil de modificar e implementar novas funcionalidadesControle de Estoque completo com código fonte em PHP, MySQL, Bootstrap, jQuery - 100% funcional e fácil de modificar e implementar novas funcionalidades
Tenha o seu próprio sistema de controle de estoque web. com cadastro de produtos, categorias, fornecedores, entradas e saídas de produtos, com relatórios por data, margem de lucro e muito mais. Código simples e fácil de modificar. Acompanha instruções para instalação e criação do banco de dados MySQL. Clique aqui e saiba mais

Linguagens Mais Populares

1º lugar: Java
2º lugar: Python
3º lugar: C#
4º lugar: PHP
5º lugar: Delphi
6º lugar: C
7º lugar: JavaScript
8º lugar: C++
9º lugar: VB.NET
10º lugar: Ruby

Anúncio Patrocinado
Chat de Sexo - Site para adultso - Maiores de 18 anos. Converse com pessoas de todo o Brasil, de forma discreta e anônima


© 2024 Arquivo de Códigos - Todos os direitos reservados
Neste momento há 8 usuários muito felizes estudando em nosso site.