Lista de Exercícios Resolvidos: Java | Python | VisuAlg | Portugol | C | C# | VB.NET | C++
Você está aqui: C# ::: Desafios e Lista de Exercícios Resolvidos ::: Arrays e Matrix (Vetores e Matrizes)

Peça para o usuário informar o valor do primeiro elemento e gere os valores dos demais elementos com o dobro do - Lista de Exercícios Resolvidos de C#

Quantidade de visualizações: 151 vezes
Pergunta/Tarefa:

Escreva um programa C# que cria um vetor de 5 posições de inteiros. Peça para o usuário informar o valor do primeiro elemento e gere os valores dos demais elementos com o dobro do elemento anterior.

Assim, se o usuário informar o valor 3 para o primeiro elemento, o valor do segundo elemento será 6, o valor do terceiro elemento será 12, e assim por diante.

Sua saída deverá ser parecida com:

Informe o valor do primeiro elemento: 5

Os elementos do vetor são:

5  10  20  40  80
Resposta/Solução:

Veja a resolução comentada deste exercício em C#:

using System;

namespace Estudos {
  class Principal {
    // função principal do programa C#
    static void Main(string[] args) {
      // vamos declarar e construir um vetor de inteiros
      // de 5 elementos
      int[] valores = new int[5];

      // agora vamos pedir para o usuário informar o
      // valor do primeiro elemento
      Console.Write("Informe o valor do primeiro elemento: ");
      valores[0] = Int32.Parse(Console.ReadLine());

      // agora vamos gerar os valores dos próximos elementos
      for (int i = 1; i < valores.Length; i++) {
        // recebe o elemento anterior multiplicado por 2
        valores[i] = valores[i - 1] * 2;
      }

      // e agora mostramos o vetor gerado
      Console.WriteLine("\nOs elementos do vetor são:\n");
      for (int i = 0; i < valores.Length; i++) {
        Console.Write(valores[i] + "  ");
      }

      Console.WriteLine("\n\nPressione uma tecla para sair...");
      Console.ReadKey();
    }
  }
}


Link para compartilhar na Internet ou com seus amigos:

VB.NET ::: Desafios e Lista de Exercícios Resolvidos ::: Arrays e Matrix (Vetores e Matrizes)

Exercícios Resolvidos de VB.NET - Como verificar quantas vezes um valor é encontrado em um vetor - Como usar vetores e matrizes em VB.NET

Quantidade de visualizações: 128 vezes
Pergunta/Tarefa:

Escreva um programa VB.NET que declara, constrói e inicializa um vetor de 10 inteiros. Em seguida peça para que o usuário informe um valor a ser pesquisado. Faça uma varredura no vetor e informe quantas vezes o valor pesquisado é encontrado:

' declara, constrói e inicializa um vetor de 10 inteiros
Dim valores As Integer() = {4, 21, 9, 8, 12, 21, 4, 4, 1, 10}
Sua saída deverá ser parecida com:

Informe um valor: 4
O valor foi encontrado: 3 vezes

Informe um valor: 8
O valor foi encontrado: 1 vezes

Informe um valor: 3
O valor foi encontrado: 0 vezes
Resposta/Solução:

Veja a resolução comentada deste exercício usando VB.NET:

Imports System

Module Program
  ' função principal do programa VB.NET
  Sub Main(args As String())
    ' declara, constrói e inicializa um vetor de 10 inteiros
    Dim valores As Integer() = {4, 21, 9, 8, 12, 21, 4, 4, 1, 10}

    ' vamos ler um valor inteiro
    Console.Write("Informe um valor: ")
    Dim pesquisa As Integer = Int32.Parse(Console.ReadLine())

    ' vamos verificar quantas vezes o valor informado está
    ' contido no vetor
    Dim repeticoes As Integer = 0
    For i As Integer = 0 To valores.Length - 1
      If valores(i) = pesquisa Then
        ' encontrou? vamos contar esta ocorrência
        repeticoes = repeticoes + 1
      End If
    Next

    ' vamos mostrar o resultado
    Console.WriteLine("O valor foi encontrado: " &
      repeticoes & " vezes")

    Console.WriteLine(vbCrLf & vbCrLf & "Pressione qualquer tecla para sair...")
    ' pausa o programa
    Console.ReadKey()
  End Sub

End Module



Java ::: Dicas & Truques ::: Trigonometria - Funções Trigonométricas

Como obter o arco-seno de um ângulo em radianos usando o método asin() da classe Math da linguagem Java

Quantidade de visualizações: 13633 vezes
Nesta dica eu mostrarei como podemos obter o arco seno (ou arco-seno) de um determinado ângulo (em radianos, não em graus). De acordo com a seguinte definição:

Se seno(x) = y, então arcoseno(y) = x

O arco-seno (geralmente abreviado como arcsen, ou arcsin) é parte das funções trigonométricas inversas, ou seja, ele é o inverso do seno. Dessa forma, se o seno é a relação entre o cateto oposto ao ângulo e a hipotenusa, o arcoseno parte dessa relação para encontrar o valor do ângulo.

A classe Math, do pacote java.lang, possui o seguinte método:

public static double asin(double a)


Este método recebe um valor double e retorna também um valor double, na faixa (-PI / 2) <= x <= (PI / 2), onde x é o valor forcecido para o método.

Veja o código para o exemplo:

package arquivodecodigos;

public class Estudos{
  public static void main(String[] args){
    double angulo = 0.5;
    System.out.println("O arco seno de " +
      angulo + " é " + Math.asin(angulo));
  }
}

Ao executarmos este código nós teremos o seguinte resultado:

O arco seno de 0.5 é 0.5235987755982989

Não se esqueça de que o resultado será em radianos. Assim, se efetuarmos o cálculo abaixo:

Graus = Radianos * (180 / PI)
Graus = 0.5235987755982989 * (180 / 3.14)

Teremos o valor aproximado de 30.015216435571276 para o ângulo em graus.


AutoLISP ::: Dicas & Truques ::: Layer, Layers

Como retornar o nome da layer atual do AutoCAD usando AutoLISP e a variável de sistema CLAYER

Quantidade de visualizações: 77 vezes
A variável de sistema CLAYER (Current Layer) é usada quando queremos definir ou retornar o nome da layer atual do AutoCAD. E nesta dica mostrarei como podemos acessar e retornar o valor desta variável usando AutoLISP.

O primeiro passo é usar a função getvar e passar para ela o valor "CLAYER". De posse desse valor nós usamos setq para guardá-lo em uma variável de nossa preferência. Para finalizar basta chamar a função princ combinada com strcat para mostrar o resultado.

Veja o código AutoLISP completo para o exemplo:

; Esta função permite obter e exibir o valor atual
; da variável CLAYER do AutoCAD. Esta variável retorna
; o nome da layer atual
(defun c:layer_atual()
  (setq nome_layer_atual (getvar "CLAYER"))
  ; mostramos o resultado
  (princ (strcat "\nNome da layer atual: " nome_layer_atual))
  (princ)
)

Ao executar este código AutoLISP nós teremos o seguinte resultado:

Nome da layer atual: PAREDES


VBA ::: Dicas & Truques ::: Rotinas de Conversão

Como converter números em strings em VBA usando a função CStr()

Quantidade de visualizações: 188 vezes
A função CStr() do VBA pode ser usada quando queremos converter valores numéricos do tipo Integer ou Double em uma string. Em geral isso é necessário quando queremos aplicar funções de strings a valores numéricos, por exemplo, testar se um determinado dígito faz parte de um número.

Veja um trecho de código no qual usamos a função CStr() para converter valores Integer e Double em string e mostrar o resultado:

' Procedimento para converter Integer e Double em string
Sub ConverterNumeroString()
  ' vamos declarar duas variáveis numéricas
  Dim codigo As Integer
  Dim preco As Double
  
  codigo = 58
  preco = 32.15
  
  Dim resultado As String
  resultado = "O código do produto é: " + CStr(codigo) + _
    " e o preço é: " + CStr(preco)
  
  ' mostramos o resultado
  MsgBox resultado
End Sub

Ao executar este código VBA nós teremos o seguinte resultado:

O código do produto é: 58 e o preço é: 32,15


Firebird ::: Dicas & Truques ::: Tipos de Dados

Como usar os tipos CHAR e VARCHAR do Firebird

Quantidade de visualizações: 15702 vezes
O Firebird fornece dois tipos de dados básicos para armazenar informação em texto ou caracteres: CHAR e VARCHAR (O tipo BLOB também permite armazenar caracteres por meio de seu sub-tipo text).

CHAR e VARCHAR são tipos de dados que podem armazenar quaisquer informações do tipo texto. Números que não serão envolvidos em cálculos, tais como CEPs, números de ruas, etc, são geralmente armazenados em campos do tipo CHAR ou VARCHAR. O comprimento de um campo do tipo CHAR ou VARCHAR é informado entre parênteses, e pode ser um valor inteiro que vai de 1 até 32.767. Esta largura de caracteres é extremamente útil quando precisamos armazenar dados de tamanho fixo ou pré-definido, tais como códigos de CEPs para um determinado país.

Comparado com a maioria dos outros bancos de dados, o Firebird armazena somente as informações significantes. Se um campo é definido como CHAR(100), mas contém apenas 10 caracteres, os bytes definidos adicionalmente não são usados. Isso acontece porque o Firebird armazena os tipos CHAR e VARCHAR de forma igual, e não preenche o espaço não usado com caracteres vazios. Tanto CHAR quanto VARCHAR são guardados na memória em sua forma declarada, mas, o registro é comprimido antes da armazenagem.

Além disso, tenha em mente que os campos do tipo VARCHAR exigem mais espaço de armazenamento que os campos do tipo CHAR. Isso ocorre porque, ao armazenar um VARCHAR, o Firebird adiciona dois bytes que serão usados para guardar o real tamanho do campo (o tamanho declarado).

Desta forma, um CHAR ocupará menos espaço de armazenamento. Contudo, quando fazemos um SELECT envolvendo campos do tipo VARCHAR, o Firebird removerá os dois bytes adicionados anteriomente e retornará o valor armazenado. Quando um SELECT é efetuado com campos do tipo CHAR, o Firebird retorna o valor e os espaços em branco.

Em termos práticos podemos considerar esta regra: somente use CHAR se você for armazenar strings com poucos caracteres. A exceção a esta regra acontece quando estamos trabalhando com tabelas intermediárias exigidas para a exportação de dados para arquivos de tamanhos fixos. Neste caso os campos CHAR de tamanho fixo trarão uma enorme vantagem.

Esta forma eficiente de armazenamento do Firebird pode trazer algumas confusão, principalmente quando estamos importando dados, uma vez que bases de dados Paradox e dBase guardam também os espaços em branco. Assim, depois de importar um arquivo dBase de 10Mb para o Firebird, o resultado será algo em torno de 3-6Mb, ainda que todos os dados tenham sido importados corretamente.

Observe também que campos CHAR indexados não devem ter mais que 80 caracteres de comprimento (Firebird 2.5).

Quando estamos criando campos do tipo CHAR, este tipo de dados pode ser definido como CHAR ou CHARACTER. Já o tipo VARCHAR pode ser definido como VARCHAR, CHARACTER VARYING ou CHAR VARYING.

Veja um comando DDL CREATE TABLE usado para criar uma tabela do Firebird contendo campos do tipo CHAR e VARCHAR:

CREATE TABLE PESSOAS(
  ID     INTEGER NOT NULL,
  NOME   VARCHAR(40) NOT NULL,
  SEXO   CHAR(1) NOT NULL
);

Aqui o campo ID é do tipo INTEGER, NOME é do tipo VARCHAR(40) e SEXO é do tipo CHAR(1). Veja agora um comando DML INSERT INTO que mostra como inserir um novo registro nesta tabela:

INSERT INTO PESSOAS VALUES(12, 'OSMAR J. SILVA', 'M');


É importante notar que, se um campo for do tipo CHAR(1) e, na query INSERT ou UPDATE nós fornecermos dois ou mais caracteres, o Firebird se recusará a gravar ou atualizar o registro, exibindo a seguinte mensagem de erro:

Arithmetic overflow or division by zero has occurred.
arithmetic exception, numeric overflow, or string truncation.
string right truncation.


Veja mais Dicas e truques de Firebird

Dicas e truques de outras linguagens

Códigos Fonte

Programa de Gestão Financeira Controle de Contas a Pagar e a Receber com Cadastro de Clientes e FornecedoresSoftware de Gestão Financeira com código fonte em PHP, MySQL, Bootstrap, jQuery - Inclui cadastro de clientes, fornecedores e ticket de atendimento
Diga adeus às planilhas do Excel e tenha 100% de controle sobre suas contas a pagar e a receber, gestão de receitas e despesas, cadastro de clientes e fornecedores com fotos e histórico de atendimentos. Código fonte completo e funcional, com instruções para instalação e configuração do banco de dados MySQL. Fácil de modificar e adicionar novas funcionalidades. Clique aqui e saiba mais
Controle de Estoque completo com código fonte em PHP, MySQL, Bootstrap, jQuery - 100% funcional e fácil de modificar e implementar novas funcionalidadesControle de Estoque completo com código fonte em PHP, MySQL, Bootstrap, jQuery - 100% funcional e fácil de modificar e implementar novas funcionalidades
Tenha o seu próprio sistema de controle de estoque web. com cadastro de produtos, categorias, fornecedores, entradas e saídas de produtos, com relatórios por data, margem de lucro e muito mais. Código simples e fácil de modificar. Acompanha instruções para instalação e criação do banco de dados MySQL. Clique aqui e saiba mais

Linguagens Mais Populares

1º lugar: Java
2º lugar: Python
3º lugar: C#
4º lugar: PHP
5º lugar: Delphi
6º lugar: C
7º lugar: JavaScript
8º lugar: C++
9º lugar: VB.NET
10º lugar: Ruby

Anúncio Patrocinado
Chat de Sexo - Site para adultso - Maiores de 18 anos. Converse com pessoas de todo o Brasil, de forma discreta e anônima


© 2024 Arquivo de Códigos - Todos os direitos reservados
Neste momento há 10 usuários muito felizes estudando em nosso site.