Você está aqui: Java ::: Classes e Componentes ::: JTable

Como usar um JFormattedTextField nas células de uma JTable

Quantidade de visualizações: 9607 vezes
import javax.swing.*;
import javax.swing.text.*;
import java.awt.*;
import javax.swing.table.*;
import java.text.*;

public class Estudos extends JFrame{
  MaskFormatter cep;
  
  public Estudos(){
    super("Exemplo de uma tabela simples");
		
    try{
      cep = new MaskFormatter("#####-###");
      cep.setPlaceholderCharacter('_');
    }
    catch(ParseException excp){
      //
    }
    
    // colunas da tabela
    String[] colunas = {"Nome", "Cidade", "CEP"};
		
    // conteúdo da tabela	
    Object[][] conteudo = {
        {"Osmar J. Silva", "Goiânia", "54232-654"},
        {"Maria Clara Gomes", "São Paulo", "65476-433"}
    };
        
    // constrói a tabela
    JTable tabela = new JTable(conteudo, colunas);
    
    TableColumn col = tabela.getColumnModel().getColumn(2);
    col.setCellEditor(new MyJFTEditor(cep));
    
    tabela.setPreferredScrollableViewportSize(new Dimension(350, 50));
	
    Container c = getContentPane();
    c.setLayout(new FlowLayout());
			
    JScrollPane scrollPane = new JScrollPane(tabela);
    c.add(scrollPane);
    	
    setSize(400, 300);
    setVisible(true);
  }
	
  public static void main(String args[]){
    Estudos app = new Estudos();
    app.setDefaultCloseOperation(JFrame.EXIT_ON_CLOSE);
  }
}

class MyJFTEditor extends DefaultCellEditor{
  public MyJFTEditor(MaskFormatter cep){
    super(new JFormattedTextField(cep));
  }
}



Java ::: Dicas & Truques ::: Expressões Regulares

Java Expressões Regulares - Como substituir todas as ocorrências de uma substring em uma string usando expressões regulares

Quantidade de visualizações: 8187 vezes
Este exemplo mostra como substituir todas as ocorrências de uma substring em uma string usando expressões regulares na linguagem Java.

Nesta dica nós substituimos todas as ocorrências de "Java" por "C++".

Veja o código completo:

package arquivodecodigos;

import java.util.regex.*;
 
public class Estudos{ 
  public static void main(String args[]){ 
    String padrao = "Java";
    Pattern regPat = Pattern.compile(padrao);
    String frase = "Java? Gosto muito de Java.";
    System.out.println("Frase original: " + frase);
    Matcher matcher = regPat.matcher(frase);
    String res = matcher.replaceAll("C++");
    System.out.println("Depois da substituição: " + res);
  } 
} 

Ao executarmos este código Java nós teremos o seguinte resultado:

Frase original: Java? Gosto muito de Java.
Depois da substituição: C++? Gosto muito de C++.


Java ::: Dicas & Truques ::: Formulários e Janelas

Como definir a cor de fundo para a janela JFrame de sua aplicação Java Swing

Quantidade de visualizações: 12898 vezes
Nesta dica mostrarei como é possível definir a cor de fundo para uma janela JFrame. O truque aqui é obter o painel de conteúdo da JFrame usando o método getContentPane() e, em seguida, usar o método setBackground() da classe Container fornecendo a cor desejada.

Veja o código completo para o exemplo:

package arquivodecodigos;

import java.awt.*;
import javax.swing.*;
 
public class Estudos extends JFrame{
  public Estudos() {
    super("A classe JFrame");
     
    Container c = getContentPane();
    c.setLayout(new FlowLayout(FlowLayout.LEFT));
 
    // Define a cor de fundo
    c.setBackground(Color.CYAN);
 
    setSize(350, 250);
    setVisible(true);
  }
   
  public static void main(String args[]){
    Estudos app = new Estudos();
    app.setDefaultCloseOperation(JFrame.EXIT_ON_CLOSE);
  }
}



Java ::: Dicas & Truques ::: Programação Orientada a Objetos

Programação Orientada a Objetos em Java - Java OOP - Como criar e usar métodos estáticos em suas classes Java

Quantidade de visualizações: 11915 vezes
Como já vimos em outras dicas desta seção, uma classe Java possui propriedades (variáveis) e métodos (funções). Veja a seguinte declaração de uma classe Produto:

package estudos;

// declaração da classe Produto
public class Produto {
  private String nome;
  private double preco;

  public String getNome() {
    return nome;
  }

  public void setNome(String nome) {
    this.nome = nome;
  }

  public double getPreco() {
    return preco;
  }

  public void setPreco(double preco) {
    this.preco = preco;
  }
}

Aqui cada instância da classe Produto terá suas próprias variáveis nome e preco e os métodos que permitem acesso e alteração destas variáveis também estão disponíveis a cada instância.

Há, porém, situações nas quais gostaríamos que um determinado método estivesse atrelado à classe e não à cada instância individual. Desta forma, é possível chamar um método de uma classe sem a necessidade da criação de instâncias da mesma. O método main() presente em todas as aplicações Java é um bom exemplo deste tipo de método.

Métodos estáticos em Java podem ser criados por meio do uso da palavra-chave static. É comum tais métodos serem declarados com o modificador public, o que os torna acessíveis fora da classe na qual estes foram declarados. Veja um exemplo:

Código para Pessoa.java:

package estudos;

// classe Pessoa com duas variáveis privadas e
// um método estático
public class Pessoa {
  private String nome;
  private int idade;

  // um método estático que permite verificar a validade
  // de um número de CPF
  public static boolean isCPFValido(String cpf){
    // alguns cálculos aqui
    return true;
  }
}

Veja agora como podemos chamar o método isCPFValido() sem a necessidade da criação de uma nova instância da classe Pessoa:

Código para Main.java:

package estudos;

public class Main {
  public static void main(String[] args) {
    // vamos efetuar uma chamada ao método isCPFValido() sem
    // criar uma instância da classe Pessoa
    if(Pessoa.isCPFValido("12345")){
      System.out.println("CPF Válido");
    }
    else{
      System.out.println("CPF Inválido");
    }
  }
}

Note que o método estático isCPFValido() da classe Pessoa foi declarado assim:

public static boolean isCPFValido(String cpf);

Desta forma, podemos chamá-lo a partir de código externo à classe sem a necessidade de criar uma nova instância da mesma. Veja:

if(Pessoa.isCPFValido("12345")){}

É importante notar que métodos estáticos não possuem acesso a variáveis e métodos não estáticos da classe, tampouco ao ponteiro this (que só existe quando criamos instâncias da classe). Assim, o trecho de código abaixo:

// um método estático que permite verificar a validade
// de um número de CPF
public static boolean isCPFValido(String cpf){
  // alguns cálculos aqui

  // vamos acessar a variável não estática nome
  nome = "Osmar J. Silva";
    
  return true;
}

vai gerar o seguinte erro de compilação:

Uncompilable source code - non-static variable nome cannot be referenced from a static context.

Se usarmos this.nome a mensagem de erro de compilação será:

Uncompilable source code - non-static variable this cannot be referenced from a static context.

Métodos estáticos são úteis quando precisamos criar classes que atuarão como suporte, nas quais poderemos chamar funções (métodos) auxiliares sem a necessidade de criar novas instâncias a cada vez que estas funções forem necessárias.


Java ::: Classes e Componentes ::: JComboBox

Tutorial Java Swing - Como remover todos os itens de um JComboBox (Caixa de Combinação) em tempo de execução

Quantidade de visualizações: 10456 vezes
Nesta dica mostrarei como é possível usar o método removeAllItems() da classe JComboBox para remover todos os seus itens. Note que criei a aplicação Java Swing na mão mesmo, sem usar nenhum editor visual de GUI, como o que está disponível no IDE Netbeans. Esta abordagem pode não ser produtiva, mas é excelente para entender como o Java Swing funciona.

Veja o código completo para o exemplo:

package arquivodecodigos;

import java.awt.*;
import java.awt.event.*;
import javax.swing.*;
 
public class Estudos extends JFrame{
  JComboBox combo;  
 
  public Estudos(){
    super("A classe JComboBox");
     
    Container c = getContentPane();
    c.setLayout(new FlowLayout(FlowLayout.LEFT));
     
    // Cria os itens da lista
    String nomes[] = {"Carlos", "Marcelo", "Fabiana",
      "Carolina", "Osmar"};
 
    // Cria o JComboBox
    combo = new JComboBox(nomes);
 
    // Um botão que permite limpar o JComboBox
    JButton btn = new JButton("Limpar");
    btn.addActionListener(
      new ActionListener(){
        @Override
        public void actionPerformed(ActionEvent e){
          // remove todos os itens do JComboBox
          combo.removeAllItems(); 
        }
      }
    );
 
    // Adiciona o JComboBox à janela
    c.add(combo);
 
    // Adiciona o botão à janela
    c.add(btn);  
 
    setSize(350, 250);
    setVisible(true);
  }
   
  public static void main(String args[]){
    Estudos app = new Estudos();
    app.setDefaultCloseOperation(JFrame.EXIT_ON_CLOSE);
  }
}

Aqui os itens do JComboBox foram inseridos a partir de um vetor de String.


Java ::: Java para Engenharia ::: Geometria Analítica e Álgebra Linear

Java para Engenharia - Como obter a matriz transposta de uma determinada matriz usando Java

Quantidade de visualizações: 560 vezes
Java para Geometria Analítica e Álgebra Linear - Como obter a transposta de uma matriz usando Java

A matriz transposta de uma matriz A é a matriz AT. Tal matriz é obtida quando copiamos os elementos da matriz A para uma outra matriz (ou para ela mesma) e trocamos de posição as linhas e colunas. Dessa forma, a primeira linha da matriz A se transforma na primeira coluna da matriz transposta, a segunda linha da matriz A se transforma na segunda coluna da matriz transposta e assim por diante.

Em termos de notação, podemos dizer, de forma algébrica, que:

ATji = Aij

Onde i representa as linhas e j representa as colunas, tanto na matriz original quanto na matriz transposta.

É importante estar atento à quantidade de linhas e colunas na matriz original e na matriz transposta equivalente. Assim, se a matriz original for 3x2, a matriz transposta será 2x3.

Antes de vermos o código Java, dê uma olhada na seguinte matriz de duas linhas e três colunas:

\[A = \left[\begin{matrix} 3 & 5 & 7 \\ 1 & 2 & 9 \end{matrix}\right] \]

Sua matriz transposta correspondente é:

\[A^T = \left[\begin{matrix} 3 & 1 \\ 5 & 2 \\ 7 & 9 \end{matrix}\right] \]

E agora veja o código Java que declara uma matriz 2x3 e gera a matriz transposta 3x2:

package arquivodecodigos;

public class Estudos{
  public static void main(String args[]){
    // vamos declarar e construir uma matrix
    // 2x3 (duas linhas e três colunas
    int matriz[][] = {{3, 5, 7}, {1, 2, 9}};
    
    // vamos exibir os valores da matriz
    System.out.println("Elementos da matriz:");
    for(int i = 0; i < matriz.length; i++){
      for(int j = 0; j < matriz[0].length; j++){
        System.out.printf("%5d  ", matriz[i][j]);
      }
      System.out.println();
    }
    
    // como temos uma matriz 2x3, a transposta deverá ser
    // 3x2, ou seja, três linhas e duas colunas
    int linhas = matriz.length; // linhas da matriz original
    int colunas = matriz[0].length; // colunas da matriz original
    int transposta[][] = new int[colunas][linhas]; 
    
    // e agora vamos preencher a matriz transposta
    for(int i = 0; i < matriz.length; i++){
      for(int j = 0; j < matriz[0].length; j++){
        transposta[j][i] = matriz[i][j];
      }
    }
    
    // vamos exibir os valores da matriz transposta
    System.out.println("Elementos da matriz transposta:");
    for(int i = 0; i < transposta.length; i++){
      for(int j = 0; j < transposta[0].length; j++){
        System.out.printf("%5d  ", transposta[i][j]);
      }
      System.out.println();
    }
  }
}

Ao executar este código Java nós teremos o seguinte resultado:

Elementos da matriz:
    3      5      7  
    1      2      9  
Elementos da matriz transposta:
    3      1  
    5      2  
    7      9  



Veja mais Dicas e truques de Java

Dicas e truques de outras linguagens

Quem Somos

Osmar J. Silva
WhatsApp +55 (062) 98553-6711

Goiânia-GO
Full Stack Developer, Professional Java Developer, PHP, C/C++, Python Programmer, wxWidgets Professional C++ Programmer, Freelance Programmer. Formado em Ciência da Computação pela UNIP (Universidade Paulista Campus Goiânia) e cursando Engenharia Elétrica pela PUC-Goiás. Possuo conhecimentos avançados de Java, Python, JavaScript, C, C++, PHP, C#, VB.NET, Delphi, Android, Perl, e várias tecnologias que envolvem o desenvolvimento web, desktop, front-end e back-end. Atuo há mais de 15 anos como programador freelancer, atendendo clientes no Brasil, Portugal, Argentina e vários outros paises.
Entre em contato comigo para, juntos, vermos em que posso contribuir para resolver ou agilizar o desenvolvimento de seus códigos.
José de Angelis
WhatsApp +55 (062) 98243-1195

Goiânia-GO
Formado em Sistemas de Informação pela Faculdade Delta, Pós graduado em Engenharia de Software (PUC MINAS), Pós graduado Marketing Digital (IGTI) com ênfase em Growth Hacking. Mais de 15 anos de experiência em programação Web. Marketing Digital focado em desempenho, desenvolvimento de estratégia competitiva, analise de concorrência, SEO, webvitals, e Adwords, Métricas de retorno. Especialista Google Certificado desde 2011 Possui domínio nas linguagens PHP, C#, JavaScript, MySQL e frameworks Laravel, jQuery, flutter. Atualmente aluno de mestrado em Ciência da Computação (UFG)
Não basta ter um site. É necessário ter um site que é localizado e converte usuários em clientes. Se sua página não faz isso, Fale comigo e vamos fazer uma analise e conseguir resultados mais satisfatórios..

Linguagens Mais Populares

1º lugar: Java
2º lugar: C#
3º lugar: PHP
4º lugar: Delphi
5º lugar: Python
6º lugar: JavaScript
7º lugar: C
8º lugar: C++
9º lugar: VB.NET
10º lugar: JSP (Java Server Pages)



© 2021 Arquivo de Códigos - Todos os direitos reservados | Versión en Español | Versão em Português