Controle de Estoque em PHP + MySQLControle de Estoque completo com código fonte em PHP, MySQL, Bootstrap, jQuery - 100% funcional e fácil de modificar e implementar novas funcionalidades
Aprenda a criar um Controle de Estoque em PHP + MySQL 100% responsivo usando Bootstrap, jQuery, Choise.js e Datatable. Código-fonte completo e fácil de modificar. Acompanha instruções de instalação e criação da base de dados e tabelas do MySQL. Veja mais.
Precisa de ajuda com seus códigos Java, PHP, Delphi, C/C++, Python, Ruby, JavaScript, jQuery, C#, VB.NET, etc? Chama no WhatsApp: (062) 98553-6711 ou Instagram ou LinkedIn
Você está aqui: PHP ::: Sistemas Completos com Código Fonte ::: Controle de Estoque

Controle de Estoque completo com código fonte em PHP, MySQL, Bootstrap, jQuery - 100% funcional e fácil de modificar e implementar novas funcionalidades

Quantidade de visualizações: 1391 vezes
Como escrever um Controle de Estoque em PHP e MySQL do zero?

Atenção: Os links para download e demonstração deste código fonte estão após a leitura.

Sim, é isso mesmo. Você já imaginou o trabalho que dá criar um sistema de Controle de Estoque do zero? Você já pensou na quantidade de horas de trabalho que isso envolve? Não seria bom já ter boa parte do sistema já desenvolvido e você implementar apenas mais algumas poucas funcionalidades? A resposta está no código fonte que desenvolvemos para você nessa seção.

Comece analisando a imagem a seguir:



Nesta tela inicial podemos ver que o sistema é composto de cadastro de usuários, de categorias de produtos, um cadastro de fornecedores e um cadastro de produtos. Tanto o cadastro de produtos quanto o cadastro de fornecedores permitem inserir imagens, incluindo o recorte de imagens, para deixar todas as imagens com o mesmo tamanho e mesma resolução. Isso é importante, pois permite que qualquer usuário com conhecimento básico de informática consiga escolher uma imagem no computador, fazer o upload, recortar e salvar no diretório de imagens do programa.

Na tela inicial podemos ver também a quantidade de produtos e itens cadastrados no estoque, a quantidade de produtos com estoque zero e estoque mínimo, assim como o investimento feito no estoque, o retorno e a margem de lucro.

O sistema é responsivo?

Sim, por ter sido escrito em Bootstrap, todas as páginas do sistema são responsíveis, ou seja, se adaptam à tela do computador e também do celular. Veja:



Neste código fonte nós usamos o Bootstrap 5, mas você conseguirá, com pouca ou nenhuma modificação, rodá-lo nas versões anteriores. No entanto, como estamos o tempo todo melhorando este código para nossos clientes, é bem provável que teremos versões compatíveis com as novas versões do Bootstrap. Ah, e não se preocupe, todo o código Bootstrap, jQuery, Choise.js, Datatable, e outros scripts necessários estão devidamente colocados nos diretórios do sistema, não havendo a necessidade de baixar nada, nem mesmo usar CDNs.

As telas do sistema obedecem um padrão de design?

Sim, o design das telas é bem consistente, exibindo uma combinação de cores muito agradáveis aos olhos. Veja:



Aqui nós o temos o Cadastro de Usuários do Sistema. Como se pode ver, é possível adicionar uma foto para cada usuário, com a opção de recortar a imagem antes de efetuar o download da mesma. Além disso, os usuários possuem níveis de acesso. O usuário admin possui os maiores privilégios. Os demais usuários podem ter permissões para cadastrar, alterar, excluir, ou somente cadastrar, ou somente visualizar, etc.

O sistema mantém um registro de log para cada ação efetuada. Dessa forma, o admin saberá, com apenas um clique, quem cadastrou, alterou ou excluiu dados do sistema.

Como o sistema controla a entrada e saída de produtos no estoque?

Veja a seguinte imagem:



Aqui nós temos o cadastro dos produtos, assim como suas fotos, as quais o usuário poderá recortar antes de fazer o upload. Note que a entrada no estoque solicita um fornecedor e a lista de produtos que farão parte da entrada. Assim que a entrada no estoque é confirmada, o valor de compra de cada produto é atualizado, assim como seu estoque. Na saída de estoque o sistema verifica se há estoque suficiente para as retiradas.

O sistema é fácil de instalar?

Sim, junto com o código fonte nós adicionamos instruções detalhadas de como criar a base de dados e as tabelas do MySQL. Em seguida você só precisa ajustar o servidor, usuário e senha do banco de dados no arquivo config.php, definir o caminho para os uploads das fotos dos usuários, fornecedores e produtos e executar o index.php. E o melhor de tudo: como apenas alguns "copiar-colar" você adiciona mais funcionalidades ao sistema, tornando-o ainda mais útil.

Como posso obter este código fonte?

Para adquirir este código fonte, me chama no WhatsApp +55 (062) 9 8553-6711 ou no e-mail osmar@arquivodecodigos.com.br. Se necessário podemos combinar e faço a instalação na sua máquina ou no seu domínio. Podemos também combinar as alterações ou a adição de novas funcionalidades.

Não se esqueça: Uma boa forma de estudar o código é fazendo pequenas alterações e rodando para ver os resultados. Outra opção é começar um projeto PHP do zero e ir adicionando trechos do código fonte para melhor entendimento de suas partes.

Para quem deseja ver o sistema funcionando antes de fazer o download, colocamos uma demonstração no link abaixo (Usuário "admin" e senha "admin"):

Clique aqui para visualizar a demonstração (Live Demo) desse sistema


PHP ::: Dicas & Truques ::: Programação Orientada a Objetos

Programação Orientada a Objetos em PHP - Como criar e usar métodos estáticos em PHP

Quantidade de visualizações: 8091 vezes
Como já vimos em outras dicas desta seção, uma classe possui propriedades (variáveis) e métodos. Veja a seguinte declaração de uma classe Produto:

<?php
  // classe Produto com duas variáveis privadas e seus
  // correspondentes métodos mutatórios e acessórios
  class Produto{
    private $nome;
    private $preco;

    public function setNome($nome){
      $this->nome = $nome;
    }

    public function getNome(){
      return $this->nome;
    }

    public function setPreco($preco){
      $this->preco = $preco;
    }

    public function getPreco(){
      return $this->preco;
    }
  }
?>

Aqui cada instância da classe Produto terá suas próprias variáveis $nome e $preco e os métodos que permitem acesso e alteração destas variáveis também estão disponíveis a cada instância.

Há, porém, situações nas quais gostaríamos que um determinado método estivesse atrelado à classe e não à cada instância individual. Desta forma, é possível chamar um método de uma classe sem a necessidade da criação de instâncias da mesma.

Métodos estáticos em PHP podem ser criados por meio do uso da palavra-chave static. É comum tais métodos serem declarados com o modificador public, o que os torna acessíveis fora da classe na qual estes foram declarados. Veja um exemplo:

<?php
  // classe Pessoa com duas variáveis privadas e um método
  // estático
  class Pessoa{
    private $nome;
    private $idade;
    
    // um método estático que permite verificar a validade
    // de um número de CPF
    public static function isCPFValido($cpf){
      // alguma rotina aqui
      return true;
    }
  }

  // vamos efetuar uma chamada ao método isCPFValido() sem
  // criar uma instância da classe Pessoa
  if(Pessoa::isCPFValido("12345")){
    echo "CPF Válido";
  }
  else{
    echo "CPF inVálido";
  }
?>

Observe como acessamos o método isCPFValido() sem a necessidade da criação de uma instância da classe Pessoa. Note que, se quisermos chamar um método estático a partir de uma instância na qual ele está declarado, devemos usar self em vez de $this (ainda que esta última forma não provoque nenhum efeito colateral) para deixar bem claro que o método chamado pertence à classe e não às suas instâncias.

Finalmente note que um método estático não possui acesso à uma instância específica de uma classe por meio da referência $this (o que é compreensível, visto que uma chamada a um método estático não depende da existência de instâncias da classe que o declara). Ao tentarmos acessá-lo, teremos a seguinte mensagem de erro:

Fatal error: Using $this when not in object context in ...


PHP ::: Dicas & Truques ::: Programação Orientada a Objetos

Programação Orientada a Objetos em PHP - Como usar o modificador de acesso public em suas classes PHP

Quantidade de visualizações: 6394 vezes
Quando estamos desenvolvendo a lógica de nossas classes PHP, é sempre uma boa idéia definirmos quais propriedades e métodos poderão ser acessados pelas demais classes e partes do código que formam o sistema. Este controle de acesso é feito por modificadores de acesso. Nesta dica veremos como usar o modificador public.

O modificador public serve para indicar que as propriedades ou métodos (funções) de uma classe podem ser acessados sem restrições por código fora da classe. Veja um exemplo:

<?
  class Pessoa{
    public $nome;
  }

  $pessoa = new Pessoa;
  $pessoa->nome = "Osmar J. Silva";
  echo $pessoa->nome;
?>

Aqui podemos acessar a propriedade $nome tanto para leitura como escrita sem nenhuma restrição. Tenha em mente que a ausência de um modificador de acesso antes de uma propriedade ou método automaticamente faz com que este acesso seja public.

Veja agora um trecho de código no qual definimos um método public (público) em uma classe e o acessamos a partir de um código externo:

<?
  class Matematica{
    public function somar($a, $b){
      return $a + $b;
    }
  }

  $mat = new Matematica;
  echo $mat->somar(5, 7);
?>


Lembre-se de que as sub-classes de uma classe que possui propriedades e métodos public herdam toda esta funcionalidade.


PHP ::: Dicas & Truques ::: Variáveis e Constantes

PHP para iniciantes - Como testar se uma variável é do tipo string usando a função is_string() do PHP

Quantidade de visualizações: 8775 vezes
Em algumas situações podemos querer saber se o tipo de uma variável é string, ou seja, contém uma palavra, frase ou trecho de texto.

Este teste pode ser feito com o auxílio da função is_string(). Esta função retorna um valor true ou false dependendendo do tipo de variável sendo testada.

Veja o código PHP para este exemplo:

<html>
<head>
<title>Estudando PHP</title>
</head>
<body>
 
<?php
  $nome = 'Osmar J. Silva';  
   
  if(is_string($nome)){
    echo 'A variável $nome é do tipo string';
  }
  else{
    echo 'A variável $nome não é do tipo string';
  }
?>
 
</body>
</html>

Ao executar este código nós teremos o seguinte resultado:

A variável $nome é do tipo string


PHP ::: Dicas & Truques ::: Programação Orientada a Objetos

Programação orientada a objetos em PHP - Como usar construtores em suas classes PHP

Quantidade de visualizações: 10431 vezes
Muitas vezes precisamos inicializar propriedades de um objeto de uma classe no momento em que este é criado. Para isso podemos usar um método construtor. Um método construtor, que em PHP é definido usando-se __construct() é chamado no exato momento em que efetuamos uma chamada a new.

Veja um exemplo no qual exibimos uma mensagem alertando que um objeto de uma classe acaba de ser criado:

<?
  class Pessoa{
    public function __construct(){
      echo "Fui criada";
    }
  }

  $pessoa = new Pessoa;
?>

Execute este código e veja o resultado. Note que um construtor deve, em raríssimas ocasiões, ser marcado com o modificador public. Além disso, um construtor só se torna realmente útil quando o usamos para inicializar as propriedades do objeto recém-criado. Veja:

<?
  class Pessoa{
    public $nome;    

    public function __construct($nome){
      $this->nome = $nome;
    }
  }

  $pessoa = new Pessoa("Osmar J. Silva");
  echo $pessoa->nome;
?>

Aqui nós fornecemos o valor para a propriedade $nome na mesma instrução que cria a instância da classe.


PHP ::: Fundamentos da Linguagem ::: Tipos de Dados

Entendendo o tipo de dados NULL do PHP - Aprenda a usar o tipo de dados NULL da linguagem PHP - Atualizada

Quantidade de visualizações: 9307 vezes
O tipo de dados NULL (nulo) do PHP é semelhante aos tipos undef (Perl) e None (Python). Este tipo de dados possui apenas um valor que é usado para indicar que uma variável não possui nenhum valor (não recebeu nenhuma atribuição ainda). Este tipo de dados pode ser escrito NULL, Null, null, etc. Não há distinção de maiúsculas e minúsculas. Veja um exemplo de seu uso:

$nome = "Osmar J. Silva";
$nome = null;  // variável é NULL agora
$nome = Null;  // mesmo resultado
$nome = NULL;  // mesmo resultado

Se quisermos testar se uma variável ainda é NULL, podemos usar a função is_null(). Veja:

<?
  $nome;
 
  if(is_null($nome)){
    echo 'A variável $nome ainda é NULL.';
  }
?>

Este código mostrará o seguinte resultado:

A variável $nome ainda é NULL.

Note que, se as advertências estiverem habilitadas na página PHP, a seguinte mensagem será exibida:

Warning: Undefined variable $nome in ...\index.php on line 4

Esta é a forma da linguagem PHP nos advertir de que a variável foi declarada mas não foi inicializada com algum valor.

Esta dica foi revisada, atualizada e testada no PHP 8.


Veja mais Dicas e truques de PHP

Dicas e truques de outras linguagens

Quem Somos

Osmar J. Silva
WhatsApp +55 (062) 98553-6711

Goiânia-GO
Full Stack Developer, Professional Java Developer, PHP, C/C++, Python Programmer, wxWidgets Professional C++ Programmer, Freelance Programmer. Formado em Ciência da Computação pela UNIP (Universidade Paulista Campus Goiânia) e cursando Engenharia Elétrica pela PUC-Goiás. Possuo conhecimentos avançados de Java, Python, JavaScript, C, C++, PHP, C#, VB.NET, Delphi, Android, Perl, e várias tecnologias que envolvem o desenvolvimento web, desktop, front-end e back-end. Atuo há mais de 15 anos como programador freelancer, atendendo clientes no Brasil, Portugal, Argentina e vários outros paises.
Entre em contato comigo para, juntos, vermos em que posso contribuir para resolver ou agilizar o desenvolvimento de seus códigos.
José de Angelis
WhatsApp +55 (062) 98243-1195

Goiânia-GO
Formado em Sistemas de Informação pela Faculdade Delta, Pós graduado em Engenharia de Software (PUC MINAS), Pós graduado Marketing Digital (IGTI) com ênfase em Growth Hacking. Mais de 15 anos de experiência em programação Web. Marketing Digital focado em desempenho, desenvolvimento de estratégia competitiva, analise de concorrência, SEO, webvitals, e Adwords, Métricas de retorno. Especialista Google Certificado desde 2011 Possui domínio nas linguagens PHP, C#, JavaScript, MySQL e frameworks Laravel, jQuery, flutter. Atualmente aluno de mestrado em Ciência da Computação (UFG)
Não basta ter um site. É necessário ter um site que é localizado e converte usuários em clientes. Se sua página não faz isso, Fale comigo e vamos fazer uma analise e conseguir resultados mais satisfatórios..

Linguagens Mais Populares

1º lugar: Java
2º lugar: C#
3º lugar: PHP
4º lugar: Delphi
5º lugar: Python
6º lugar: JavaScript
7º lugar: C
8º lugar: C++
9º lugar: VB.NET
10º lugar: JSP (Java Server Pages)



© 2021 Arquivo de Códigos - Todos os direitos reservados | Versión en Español | Versão em Português